Okinawa (沖縄) - O reino de Ryukyu (琉球)

Com a fundação do reino de Ryukyu e o início da Dinastia Sho (nome dado pelo imperador chinês), o rei Sho Hashi foi sucedido por seu filho Sho Shin, que conseguiu desenvolver o reino economicamente e culturalmente.

Imagem do rei Sho Shin


O comércio marítimo pestabeleceu o ápice da sua economia nos séculos 17 e 18. Tamanha era sua importância que Ryukyu recebeu o título de "Terra da Cortesia" pelo imperador chinês. Essa dinastia também foi responsável pela expansão territorial do arquipélago, com a anexação das ilhas de Miyakojima e Ishigaki.

Imagem com navios mercantes do reino de Ryukyu

Neste período, a diplomacia entre China e Ryukyu possibilitaram inúmeros trocas culturais. Vários chineses se mudaram para Ryukyu com a finalidade de aumentar a influência e comércio na região. Além disso, podemos ver na cultura de Okinawa a influência chinesa nas artes marciais. Ainda no reinado do rei Hashi, as armas do reino foram confiscadas e criou-se um decreto que proibia a posse de armas. Com isso, a chegada do Kempo chinês no arquipélago estimulou o desenvolvimento do karatê. Na música, a influência do sanxian chinês levou à criação do famoso sanshin de Okinawa (e posteriormente o shamisen).

Infelizmente, o reino teve seu fim em 1609, após a invasão e controle da região pelo Clã Shimazu, da província de Kagoshima. Queria escrever mais, mas este será um tópico para os próximos capítulos.


Curiosidades

Procurando um pouco mais sobre Ryukyu caí de primeira, claro, no site do Wikipedia. Mas ali havia uma informação que eu desconhecia totalmente. Que o reino de Ryukyu possuía uma bandeira, ambas com o símbolo do Gomon Hidari, presente inclusive nos detalhes do sanshin. De acordo com o blog da minha amiga Kaori, este é o símbolo da lealdade, altruísmo, coragem e orgulho. A história desse símbolo pode ser lida com maiores detalhes no blog dela, no post sobre os símbolos de Okinawa.


Bandeira de Ryukyu até 1875.

Bandeira de Ryukyu de 1875 à 1879.

Comentários